Home Sistemas Operacionais Windows 10 Fim do suporte para versões anteriores a 11 do Internet Explorer deixará...

Fim do suporte para versões anteriores a 11 do Internet Explorer deixará milhões de PCs vulneráveis

749
0
COMPARTILHAR

Essa noticia é muito importante para todos os usuários que possuem o internet explorer instalado em seu computador ou notebook. Veja bem a frase: “usuários que possuem o internet explorer instalado…”. Mesmo que você não utilize o internet explorer, mas possui ele instalado, caso você não tenha a última versão (internet explorer 11) sua máquina já pode ser considerava vulnerável, pois em 12 de janeiro de 2016 a Microsoft anunciou o fim do suporte para as versões antigas do internet explorer (10, 9, 8, 7, 6 …), ou seja, não haverá mais atualizações de segurança para essas versões e isso atrai os olhares dos hackers para planejar possíveis ataques que pode causar grandes danos para os usuários.

Internet-Explorer-03

Mesmo que você não utilize o internet explorer, é recomendável que você atualize para a versão 11, pois é a única versão que tem suporte neste momento. Outra opção é migrar o seu Windows para o Windows 10, que já contém por padrão o internet explorer 11 e o novo navegador Microsoft Edge.

O que preocupa é que há uma grande quantidade de usuários que utilizam as versões anteriores a 11 do internet explorer, por conta de incompatibilidades com determinados sistemas. Mas, no internet explorer 11 é possível emular versões anteriores para que você consiga utiliza-lo em modo de compatibilidade.

Internet-Explorer-02

É evidente que essa não deixa de ser mais uma estratégia “indireta” para os usuários migrarem para o Windows 10, onde terão o internet explorer 11 e o novo navegador Microsoft Edge, conforme citei mais acima.

Um outro detalhe é que não adianta remover o internet explorer para tentar se livrar dessa vulnerabilidade, pois as atualizações do internet explorer tem ligações com outros elementos presentes dentro do Windows.

Conclusão: Atualizem para a versão 11 ou migrem para o Windows 10.

Deixe uma resposta