A zona de conforto pode atrasar ou acabar com uma carreira profissional

A zona de conforto pode atrasar ou acabar com uma carreira profissional

963
0
COMPARTILHAR

Resolvi escrever sobre esse assunto, pois vivi um momento desse e conheço muitas pessoas que estavam e estão nessa tal “zona de conforto”, mas talvez nem percebam isso. Muitas vezes entramos nessa zona de conforto de forma natural. Vivi recentemente uma experiência dessa e confesso que foi uma das piores coisas que aconteceu na minha vida profissional, pois eu sempre fui e sou uma pessoa que, dificilmente, fica 1 ano sem estudar, fazer treinamentos, cursos, conhecer novas tecnologias, etc.. O meu currículo prova isso.

Eu tenho a minha visão e opinião sobre esse assunto, talvez algumas pessoas possam criticar ou se ofender, mas, pessoas que estão na zona de conforto são pessoas inseguras, que preferem a mesmice ao invés de aceitar novos desafios, de investir em novos conhecimentos, de se valorizar. Em muitos casos falta confiança, a pessoa começa a duvidar da sua própria capacidade, tem síndrome de inferioridade, insatisfação crônica, falta auto estima, perspectiva de vida, ambição, etc.. O tempo passa rápido e a pessoa não percebe o quanto isso é ruim pra ela. A única vantagem que a zona de conforto traz para a pessoa, é o reconhecimento de “tempo de casa”. Mas o tempo de casa deve ser comparado com os desafios e o crescimento profissional que essa pessoa teve durante todo esse período. Será que foi bom pra ela? O “arroz com feijão” do dia-a-dia nem sempre é positivo, temos que buscar novos desafios, aumentar o leque de conhecimento, traçar objetivos, metas, ter ambição de crescimento pessoal, oferecer uma condição de vida melhor para você e sua família, investir constantemente na carreira. Não é necessário sair da empresa que está para isso. Precisa ter coragem, confiança e atitude para mudar, caso isso não aconteça e em um determinado dia a empresa dispensar essa pessoa, ela terá dificuldades para se realocar no mercado, mas, depois que se realocar, tende a ter uma mudança de comportamento e atitude, e “cai a ficha” que ela estava em uma zona de conforto e essa zona de conforto quase acabou com a carreira profissional dela.

A zona de conforto não é nada confortável.

Uma pessoa na zona de conforto vê seus amigos saindo da empresa e logo pensa em fazer o mesmo. As vezes a oportunidade aparece, mas ela pensa: “Não vou trocar o certo pelo duvidoso”. Mas perae, por que duvidoso? É ai que entra a falta de confiança e coragem. A pessoa prefere continuar insatisfeita, reclamando, sem perspectiva, ao invés de aceitar um desafio que pode destravar toda capacidade e inteligencia que está dentro dela. Pessoas que são resistentes a mudanças, terei sérias dificuldades de se adaptar ao mercado atual. As mudanças estão cada vez mais constantes e as pessoas que estão nessa zona de conforto, costumam sofrer mais com isso.

Recentemente eu aceitei um desafio de trabalhar mais longe, de exercer uma função diferente, de administrar produtos que eu não conhecia, de lidar com pessoas diferentes.Estou arrependido? SIM. Me arrependo de não ter feito essa mudança antes, isso sim.

Essa mudança só trouxe benefícios positivos. Outras portas se abriram, mais oportunidades apareceram, tanto interno quanto externo.

Me arrependo de não ter feito essa mudança antes, isso sim.

Pessoas que estão em uma zona de conforto e não estão estruturadas emocionalmente, correm sérios riscos de sofrer com depressão, pois geralmente são pessoas que já estão desmotivadas, sem perspectivas, insatisfeitas com a vida profissional e as vezes com a vida pessoal também. São diversos fatores que somados a uma demissão, pode levar a depressão.

Não pense que aceitando um novo desafio as coisas serão fáceis. Claro que não. Eu sempre busco substituir a palavra “problemas” por DESAFIOS.

Queria concluir esse artigo dizendo o seguinte:

Saia dessa zona de conforto, sua vida será muito mais interessante. Existe um mundo de oportunidades e desafios, tanto dentro quanto fora da empresa que você trabalha. Não queira uma vida monótoma, sem perspectivas, sem desafios. Procure algo desafiador, acredite na sua capacidade, tenha coragem e confiança. Torne desafiadoras as circunstancias de sua vida para que sua grandeza possa subir a superfície. Liberte-se!

A escolha de sair ou permanecer em uma zona de conforto, é exclusivamente sua. Tenha atitude e confie em sua capacidade! Sempre fiz isso, e não me arrependo até hoje. Como eu disse, só me arrependo de não ter feito antes.

Por
Marcelo Strippoli
www.mswiki.com.br

Deixe uma resposta